Buscando ideias de aulas criativas? Ensine com Star Wars!

15 de junho de 2022


Procurando ideias de aulas criativas, envolventes e educativas? Que tal trazer seus alunos para o lado bom da força? Star Wars provavelmente é uma das sagas preferidas da turma e, quem sabe, é a sua saga preferida também, professor!

Então, que tal usar um pouco desse amor de fã para inovar em sala de aula? 

Star Wars: O Império Contra-Ataca (em inglês: The Empire Strikes Back) tem uma cena em que o Mestre Jedi Yoda e seu novo aluno, o talentoso, mas impaciente Luke Skywalker conversam. O jovem precisa tirar seu x-wing do pântano de Dagobah para salvar os amigos, então Yoda pede que ele use a Força para recuperar a nave. 

Ao passo que Luke responde relutante ao professor: “Certo, vou tentar”. De imediato, Yoda rebate com a icônica frase: “Não! Tentar não. Faça ou não faça. Tentativa não há”. Arrepiou por aí?

Esse momento é uma ótima visualização da relação do educador com seus estudantes. Educação criativa ou tradicional, é preciso sempre manter o espaço aberto para dar tudo de si, seja no acerto ou no erro. 

Leve essa reflexão para sua aula

O artigo da série oficial Teaching With Stars Wars explica que “para Luke, neste momento, tentar equivale a dar menos do que o seu melhor, ou sobreviver com talento natural sem trabalhar duro. Luke é forte na Força, mas também ainda está aprendendo, o que leva a alguma frustração com seu professor e consigo mesmo. Ele pode ter medo de falhar, ou pode estar cansado de todo o intenso treinamento Jedi que experimentou”.

“Se você espera alcançar o máximo de resultados, deve se esforçar ao máximo. Qualquer coisa menos do que isso é simplesmente menos do que o seu melhor. Ao tentar (neste contexto), Luke está se dando permissão para falhar. É uma desculpa para não trabalhar duro e se tornar uma profecia auto-realizável”, conclui.

LEIA TAMBÉM: Ensine o universo cinematográfico da Marvel.

Ideias de aulas criativas a partir de Star Wars

Língua portuguesa e gramática 

Yoda é conhecido por usar uma estrutura de frases única, por sua  enorme sabedoria. Suas frases tendem a usar uma disposição objeto-sujeito-verbo, por exemplo: “Difícil de ver, o lado escuro é”.

Entre as boas ideias de aulas criativas a partir de Star Wars, Yoda pode ser estudado tanto do Português quanto do Inglês. Peça aos alunos que analisem e tentem identificar a lógica gramatical por trás. 

Ciências exatas

Há física por trás de Star Wars? Alguma coisa ali faz sentido ou é pura ficção científica? Claro que os efeitos especiais são projetados para trabalhar o arco dramático e não atestar fatos científicos, mas até que ponto eles desafiam a Física?

Assistam as cenas de batalha e discutam sobre as leis da Física respeitadas ou ignoradas. Inclusive, essa observação para discutir conceitos pode ser ampliada para outros filmes e até videogames. É possível fazer comparações entre obras que focam em ser fiéis à ciência, como Gravidade e Interestelar, e as obras de fantasia. 

Geografia

Em Star Wars, vemos uma galáxia fictícia que se expande à medida em que novas terras são reveladas ao decorrer da história. Os alunos podem usar  isso e se imaginarem como cartógrafos contribuindo para um atlas que mapeia os planetas do universo dos filmes e séries. Para quem domina o inglês, no site Star Wars in the Classroom é possível encontrar um plano de aula em PDF descrevendo uma unidade de geografia criativa que orienta os estudantes a fazer exatamente isso.

Economia e Matemática

Para testar ideias de aulas criativas envolvendo conceitos matemáticos, a economia real da Velha República, do Império Galáctico e de toda a galáxia de Star Wars é uma excelente forma. Como fazer isso? 

Bom, no final do episódio VI – O Retorno de Jedi, a Aliança Rebelde derrota o Império Galáctico e destrói a segunda Estrela da Morte, a estação espacial central e arma mais poderosa do império. Quais as consequências desse evento para o sistêmico financeiro desse mundo e de seus governantes? 

Como você levaria Star Wars para a escola? E que outras ideias de aulas criativas  surgiram por aí? Compartilhe suas ideias conosco em nossas redes sociais!