Como incentivar os estudantes a ligarem a câmera na sala de aula online?

24 de novembro de 2020


Embora faça toda a diferença para um educador poder ver o rosto dos estudantes enquanto explica um conteúdo em uma sala de aula online, seja durante o ensino remoto ou híbrido, não se pode forçá-los a ligar a câmera. Assim como durante o ensino presencial, não se força os desinteressados ​​a prestar atenção adequadamente. Esse é um ato de empatia e que considera as diversas realidades do Brasil, às vezes ligar a câmera ou não, para um determinado discente, é questão de ter uma câmera.

Geralmente, o motivo mais comum para as câmeras fechadas durante uma aula é porque os estudantes querem “desaparecer” e estar ali de forma invisível apenas. Quantas vezes você pediu a alguém para ler ou responder a uma pergunta e, de repente, ele teve um mau funcionamento da câmera ou do áudio e deixou de responder? A sala de aula online permite se esquivar com mais facilidade.

E esse comportamento é reforçado cada vez que um professor chama um estudante, ele desliga a câmera, não responde e passa-se para o próximo da lista. Isso cria um clima de insegurança generalizada. Lembre-se, se os jovens desligam as câmeras, aplicar pressão só os desanimará ainda mais. 

Falta de confiança

Se possível, identifique quem são esses estudantes em cada sala de aula online e busque ajustar o gerenciamento e os mecanismos de recompensa para motivá-los. Assim, se um discente específico costuma ter problemas para falar, responder perguntas ou manter a câmera ligada, adapte seu elogio e feedback a ele para aumentar sua confiança. Ou seja, reconheça as pequenas realizações ao longo de cada aula: “obrigado por ler tão bem”, “você está indo muito bem hoje”. De pouco em pouco se constrói uma confiança e relacionamento adequado a essa estrutura.

Essa identificação pode ocorrer por meio de um formulário que pergunte o que os impede de usar a câmera, o que os deixaria mais confortáveis e o que melhoraria a dinâmica da aula. Depois de identificar as barreiras, você pode pensar estratégias que levem em conta a realidade de cada um.

Gestão eficaz da sala de aula online 

O primeiro passo para uma gestão eficaz da sala de aula online é conscientizar a turma sobre o que você espera dela. Embora possa parecer nadar contra a maré compartilhar regras no início da atividade, traz algumas coisas positivas. Isso porque se todos entendem as expectativas básicas e se revezam ao falar, manter suas câmeras ligadas e ouvir o professor, então você está estabelecendo uma base para o que é aceitável e o que não é. Presumir que eles conheçam as regras é um erro. 

Quebre o gelo

Incentivar a comunicação durante a aula pelo chat é uma forma de manter a interação constante. Durante uma explicação, um estudante comenta o conteúdo por essa ferramenta e os outros podem complementar. Ao fim, o professor lê e dá seu ponto de vista sobre a discussão. Experimentar atividades de construção de comunidade também é um incentivo para cada um ligar a câmera. Por exemplo, previamente, informe sobre o conteúdo da aula e peçam para que mandem um emoji ou gif animado que simbolize o que pensam do tema.

Vídeos pré-gravados 

Também é legal pedir que sugiram alternativas. Se não gostam de ligar as câmeras durante a sala de aula online, podem gravar vídeos em plataformas como TikTok, Vimeo, em canais privados do YouTube ou contas do Instagram sobre os temas estudados e enviarem para o professor ver no privado ou em uma espécie de estreia compartilhada com a turma.

Incentivar os discentes a manter as câmeras ligadas durante a aula é apenas uma parte do gerenciamento, envolvimento e da instrução eficaz. Por tocar em tantos elementos diferentes, no entanto, é uma maneira relativamente simples de melhorar a qualidade da aula. Tanto para você quanto para seus estudantes.

Fonte: Estratégias para motivar seus alunos a ligar a câmera durante as aulas remotas.