Como trabalhar a interdisciplinaridade na sala de aula?

28 de julho de 2021


Interdisciplinaridade: parece ser uma palavra da moda na educação, muito difundida atualmente, parte dos preceitos do Novo Ensino Médio, do PNLD 2021 e por aí vai. Mas o que a abordagem interdisciplinar realmente significa? E por que é tão importante saber como trabalhar a interdisciplinaridade na sala de aula de forma adequada?

Uma das maiores barreiras para alcançar o verdadeiro estudo interdisciplinar em ambientes de educação é a necessidade de colaboração dos educadores. Isso pode ser difícil de conseguir, mas não impossível. O ensino e a aprendizagem interdisciplinares são maximizados quando profissionais de diferentes disciplinas trabalham juntos para servir a um propósito comum e para ajudar as turmas a fazer as conexões necessárias entre os conteúdos ou áreas de conhecimento.

O que é a abordagem interdisciplinar?

A abordagem interdisciplinar permite que se aprenda fazendo conexões entre ideias e conceitos, através de diferentes fronteiras disciplinares. Os estudantes que aprendem dessa forma são capazes de aplicar o conhecimento adquirido em uma disciplina a outra disciplina diferente, como forma de aprofundar a experiência de aprendizagem. O objetivo da interdisciplinaridade acaba por remeter à ideia de que os jovens são capazes de construir seu próprio caminho interdisciplinar, escolhendo conhecimentos que façam sentido para eles e tomando parte de seu espaço com o protagonismo juvenil. Por exemplo: é sempre possível estudar Literatura e encontrar um tema que ultrapasse as fronteiras da área e chegue à Arte e História ou Ciências e Matemática. 

Trabalhar a interdisciplinaridade na sala de aula fomenta habilidades de pensamento crítico, que são usadas e desenvolvidas à medida que os alunos olham para além das fronteiras disciplinares e consideraram outros pontos de vista. Além disso, também começam a comparar e contrastar conceitos. Da mesma forma, trabalhar a interdisciplinaridade na sala de aula permite a síntese de ideias e a síntese de características de muitas disciplinas. Ao mesmo tempo, aborda as diferenças individuais dos estudantes e os ajuda a desenvolver habilidades importantes, como comunicação e análise.

Então, como trabalhar a interdisciplinaridade na sala de aula?

Um caminho é trabalhar a interdisciplinaridade na sala de aula apresentando novos ambientes de aprendizagem por meio de um estudo de campo ao ar livre, com a abordagem enraizada em um propósito definido.
Por exemplo, o estudo de campo pode se concentrar em encontrar insetos e o educador pode basear seu projeto na exploração de um tema específico relacionado à vida selvagem. Junto às contextualizações do professor de Biologia, nesse esquema, os alunos poderiam:

  • Escrever redações sobre os insetos que avistaram;
  • Assistir e discutir documentários sobre animais;
  • Pesquisar o ciclo da natureza e relacioná-lo a questionamentos da Filosofia, pensando nos filósofos Naturalistas, por exemplo;
  • A interdisciplinaridade na sala de aula pode vir de uma discussão com toda a classe sobre como o estudo de campo e como ele se conecta com as aulas anteriores e ao que foi visto em outras disciplinas.

VEJA TAMBÉM: Precisando de ideias para trabalhar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável na escola?

A criatividade e entendimento das possibilidades da sua escola guiam o trabalho. Porém, vale ressaltar que, com a mudança no PNLD 2021 de fragmentação curricular para obras por área do conhecimento, os livros didáticos escolhidos por si só devem trazer caminhos que facilitem o trabalhar a interdisciplinaridade na sala de aula. Por isso é tão importante escolher bem as obras que guiarão os próximos anos letivos.

Para conhecer as obras por área do conhecimento e as obras específicas da Editora do Brasil, acesse aqui!