Diversidade na escola: como trabalhar com grupos diferenciados no Ensino Médio?

13 de agosto de 2021


Por que os jovens vão à escola? A maioria das pessoas diria que é para aprender conceitos acadêmicos. Mas uma cultura que promove a diversidade na escola, ensina aos estudantes algo tão importante quanto: como viver e trabalhar em uma sociedade na qual cada indivíduo é único. 

Em um mundo cada vez mais fragmentado, a capacidade de se conectar com colegas, amigos e vizinhos com experiências e habilidades diversas é inestimável. Inserir a diversidade na escola melhora as habilidades de pensamento crítico, cria empatia e incentiva a pensar de forma diferente.

Diversidade na escola e no livro didático

Diversidade é tudo o que diferencia as pessoas umas das outras. Isso inclui muitos fatores: raça, etnia, gênero, orientação sexual, status socioeconômico, capacidades, idade, crença religiosa ou convicção política. Todos esses fatores trabalham juntos para informar como os estudantes e professores do Ensino Médio encontram o mundo.

Quando o livro e o material didático entram nessa jornada e privilegiam a diversidade na escola, inserindo temas sociais complexos nos percursos formativos, eles contribuem para as turmas desenvolverem competências que lhes serão imprescindíveis para construir seu projeto de vida e atuar, coletiva e socialmente, de modo ético. 

Da mesma forma, quando se trabalha por meio de problematizações e das metodologias ativas nesses livros – utilizando projetos, estações de aprendizagem, metodologias da conversa – os saberes dos estudantes, seus valores e atitudes se tornam mais evidentes. Se bem estruturados, todos esses formatos podem promover habilidades intelectuais e sociais importantes. Os projetos em grupo, principalmente, também preparam para o mundo real, e neles, o trabalho em equipe e a colaboração são habilidades essenciais. 

InterAção Humanas e Matemática

Diante da diversidade na escola é importante haver de modo simultâneo, na mesma aula, diferentes configurações e arranjos. Esse entendimento está na base da obra aprovada no PNLD 2021 | Objeto 2, InterAção Humanas e Matemática. De modo interdisciplinar, ela contribui para a discussão de temas fundamentais da vida prática que, tipicamente, ficam de fora da lista tradicional de conteúdos do Ensino Médio, com vários recortes dos conteúdos. 

Dividida em dois módulos, Economia e Segurança Pública, sua proposta possibilita múltiplas abordagens metodológicas aos professores, das mais tradicionais, que exigem o domínio de conceitos e procedimentos próprios das Ciências, até as mais flexíveis e voltadas para interações sociais, desenvolvimento de atitudes, reconhecimento de princípios e valores e autoconhecimento – essenciais para a promoção do protagonismo juvenil e a conexão com seus projetos de vida, relacionando-as a temas contemporâneos.

Ao acessar a página do PNLD 2021 – Novo Ensino Médio da Editora do Brasil, além de poder degustar o livro e conhecer tudo em detalhes, você pode conferir o Mapeamento da BNCC e o Mapeamento Curricular Estadual, para descobrir como a obra se encaixa na sua sala de aula. Acesse aqui!