Educa Brasil: plataforma é exemplo de formação continuada para educadores

11 de fevereiro de 2021


Na escola, para os educadores, as oportunidades de aprendizagem surgem todos os dias, na interação com este meio e toda a  comunidade. Entretanto, a formação continuada e o desenvolvimento profissional é de vital importância. Esta é a oportunidade de aprimorar competências e aprofundar conhecimentos, além de ser um momento para desenvolver abordagens inovadoras para ensinar em sala de aula. Bons professores tornam-se ótimos professores quando melhoram suas habilidades e expandem os processos. Se, como profissionais, buscam incutir nos jovens a importante noção de ser um estudante ao longo de toda a vida, não há melhor maneira de fazer isso do que praticar o que se prega.

A melhora na formação de professores, no entanto, é um esforço coletivo. Exige apoio da gestão das instituições, que não só deve avaliar suas propostas, mas também estimular que busquem se certificar e se atualizar. Como uma instituição que acompanha esta dinâmica em escolas do país inteiro, a Editora do Brasil tomou para si um papel ativo na questão. Ao identificar as principais necessidades em cursos para professores, ela criou, lá em 2018, o Educa Brasil. Seu principal objetivo era (e continua a ser) oferecer cursos a distância, gratuitos e com certificação, voltados tanto para gestores quanto professores. Ademais, baseando-se sempre nas exigências mais atuais da Educação Básica. 

Formação continuada com qualidade garantida!

Ao longo do tempo de vida do Educa Brasil, cada ano trouxe uma nova edição, especialmente moldada a um segmento e suas necessidades mais urgentes. A de 2019, por exemplo, destinava-se, principalmente, a educadores dos Anos Finais do Ensino Fundamental, das redes pública e privada. O curso oferecido, “Mudanças e continuidades à luz da BNCC”, contemplava módulos básicos sobre os fundamentos e estrutura da Base. Bem como, cursos específicos para gestores e professores das áreas de Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas. As competências cultura digital e as capacidades comunicativas eram trabalhadas em módulos específicos, justamente pela importância dessas temáticas no contexto educacional brasileiro.

A atual edição em vigor apresenta o curso “Novo Ensino Médio: dos fundamentos teóricos aos desafios da implementação”. Conteúdo ideal para os profissionais se aprofundarem nas mudanças e novidades deste segmento. São oito módulos, em que os quatro primeiros devem ser cursados por todos os inscritos e os quatro últimos de acordo com a área de atuação. Ainda assim, gestores escolares devem cursar todos. As atividades são flexíveis, ou seja, cada professor monta seu plano de estudos de acordo com a própria agenda. Não há data específica para início de cada módulo e nem prazo para encerramento. Após o término dos módulos, o cursista conta com certificado de conclusão.

A qualidade da formação continuada do Educa Brasil é atestada em sua história, no material desenvolvido e na dedicação dos profissionais que estão à frente dos cursos, lecionando as aulas, e dos que estão no planejamento, atentos em oferecer o melhor conteúdo. Ao todo, já foram mais de 40 mil educadores formados, e queremos fazer mais! Por isso, continue atento ao blog e redes sociais da Editora do Brasil, para se manter por dentro do que vem por aí!revista Arco 43