Guia para implementar a aprendizagem baseada em projetos nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental

8 de abril de 2022


Os Anos Iniciais do Ensino Fundamental englobam alunos do 1º ao 5º ano, ou seja, crianças de 6 a 12 anos: uma idade delicada entre a infância e pré-adolescência. Na escola, a inquietação e curiosidade pela vida podem ser apontadas como sintomas da época, o que instiga os educadores a buscar novas formas de ensinar, trazer e manter esse estudante na sala de aula concentrado. A aprendizagem baseada em projetos pode ser o método ideal.

Procurando ideias de aulas criativas? Ensine o universo cinematográfico da Marvel 

Como funciona a metodologia da aprendizagem baseada em projetos?

A aprendizagem baseada em projetos é um método de ensino que incentiva a aprendizagem pelo envolvimento ativo em projetos que trazem o mundo real — e pessoalmente significativo — para a sala de aula. Normalmente, ocorre por um longo período de tempo, de semanas a um semestre, e imerge os estudantes na resolução de um problema ou na resposta a uma pergunta complexa. Eles então mostram o que aprenderam criando um produto público ou uma apresentação.

Ao trabalhar dessa maneira, o professor permite que os jovens desenvolvam um conhecimento profundo do conteúdo, bem como habilidades como pensamento crítico, colaboração, criatividade e comunicação. Além disso, a aprendizagem baseada em projetos também é exímia em desencadear a criatividade e um maior entrosamento de todos. Justamente por isso, o método está se tornando cada vez mais usado em escolas e outros ambientes educacionais, de diferentes maneiras e graus variados, sendo inclusive parte dos editais de distribuição dos materiais didáticos (PNLD). 

A aprendizagem baseada em projetos é muitas vezes:

  • Interdisciplinar: os desafios do mundo real raramente são resolvidos usando informações ou habilidades de uma única área de assunto;
  • Processual: geralmente exige a aplicação de conhecimentos e habilidades em um processo de investigação;
  • Centrada no aluno: eles trabalham de forma mais independente, com o professor fornecendo apoio apenas quando necessário;
  • Envolvente: por isso, melhora as atitudes dos alunos em relação à educação, graças à sua capacidade de mantê-los concentrados.

E quais são os objetivos da aprendizagem baseada em projetos?

  • Integração de saberes de diversas áreas através de investigações mais complexas e projetos multidisciplinares;
  • Aprendizado autônomo incentivado por meio de pesquisa independente de problemas não estruturados;
  • Trabalho em equipe, que ajuda a preparar os alunos para um ambiente social;
  • Autoavaliação e autocrítica, que incentiva os alunos a ver além de suas próprias ideias e conhecimentos.

A aprendizagem baseada em problemas e a aprendizagem baseada em projetos são muitas vezes confundidas, no entanto, apresentam diferenças significativas que as diferenciam. Na primeira, os alunos aprendem sobre um tópico através da resolução de problemas e geralmente trabalham em grupos para resolvê-los e pode não haver, necessariamente, uma resposta correta. Já a aprendizagem baseada em projetos, é multidisciplinar e mais instrucional. A turma aprende investigando uma questão complexa, problema ou desafio, ademais, também têm algum controle sobre o projeto em que estão trabalhando, principalmente em termos de como o terminará e o que será o produto final.

Assim, a aprendizagem baseada em projetos parte de sete elementos:

  • Um problema ou pergunta inicial desafiadora;
  • Debate de ideias sustentado em pesquisas;
  • Voz e escolha do aluno;
  • Reflexão;
  • Crítica e Revisão;
  • Produto Público.

Como trabalhar com projetos na escola?

Pode parecer assustador usar o aprendizado baseado em projetos em sua sala de aula pela primeira vez. No entanto, pequenos passos podem levar a grandes avanços. 

  1. Comece com pequenas ações: selecione algumas metas específicas nas quais deseja trabalhar este ano em relação ao aprendizado baseado em projetos e concentre-se em fazer essas coisas bem, concentrando-se no crescimento.
  2. Pense como um estudante: ou seja, pense nas perguntas que eles podem ter quando se trata dessa nova maneira de aprender e forneça os recursos que os ajudem a entender.
  3. Pense na avaliação: é importante também pensar em como qualquer trabalho baseado em projeto será avaliado. Planeje e comunique os critérios aos alunos.

Tipos comuns de projeto incluem:

  • Abordar um problema do mundo real (como a mudança climática);
  • Enfrentar um desafio de design (criar um objeto físico ou digital; produzir um evento ou fornecer um serviço);
  • Exploração de uma questão abstrata ou moral (por exemplo, a violência pode ser justificada?);
  • Conduzir uma investigação (um evento histórico ou fenômeno natural);
  • Tomar uma posição sobre um assunto (como uma controvérsia histórica).

Um exemplo de como trabalhar com projetos na escola pensando em Matemática é os alunos assumiram o papel de um decifrador de códigos. A dramatização dá um tempero a mais a atividade, que tal propor um plano de fundo misturando História, a 2ª Guerra Mundial e o cenário decisivo dos agentes que decodificavam mensagens potencialmente revelando a localização de ataque e outros planos? Os alunos podem descriptografar uma mensagem proposta pelo educador ou criar uma e enviar. Lembre-se de deixar espaço para a criatividade!