Livros brinquedo: dicas de obras para trabalhar na Educação Infantil

22 de agosto de 2022


Brincar é essencial para crianças de todas as idades, mas tem um poder especial para as pequenas, que precisam de muitas oportunidades para fazer isso com uma variedade de bons brinquedos e materiais que desafiem sua imaginação. Na escola, uma forma de propiciar isso é com o livro brinquedo.

Sabe aqueles livros interativos que unem o melhor dos mundos e possibilitam aprender brincando de forma lúdica? É deles mesmos que estamos falando!

Como assim livros brinquedo?

Ser uma pessoa totalmente desenvolvida requer uma boa combinação de experiências e experimentações emocionais. Para que isso ocorra bem, além de seguros, bons brinquedos precisam estar de acordo com os estágios de desenvolvimento e habilidades emergentes de casa fase.

O que corresponderia tão precisamente a essa demanda? Livros, é claro!

Às vezes parece que os livros perderam seu apelo para as crianças, mas não é bem assim. Crianças precisam ler livros, ouvir histórias lidas em voz alta e também desenhar, escrever e brincar com muitos tipos diferentes de materiais – como papel, massinha, tinta, quebra-cabeças, blocos, fantoches, instrumentos musicais e muitos outros – para um aprendizado ideal e para sua própria diversão. 

Quais são os benefícios de livros para trabalhar na Educação Infantil?

A leitura é benéfica para o desenvolvimento de várias maneiras. Para bebês, ouvir palavras e sons estimula os sentidos e fornece uma base importante para habilidades visuais, linguísticas e sociais no futuro.

Os livros brinquedo são especialmente úteis para apresentar o mundo a criança. Por exemplo, a figura de um cachorro em um livro, principalmente se você repetir os sons que o animal faz, permitirá que a criança comece a associar a foto ao animal e ao som que ele faz. 

Livros brinquedos também são uma ótima maneira de ensinar conceitos de aprendizado inicial, como números, letras, cores e formas. Embora os bebês sejam muito jovens para entender completamente as lições, a repetição e a reiteração estabelecerão a base para o aprendizado futuro.

Ler em voz alta também melhora as habilidades de audição, memória e vocabulário dos bebês e ensina coisas importantes sobre o mundo ao seu redor.

Sem esquecer que muitos livros brinquedo são interativos e incluem abas de puxar, páginas cortadas, partes móveis e texturas diferentes. Esses elementos criam experiências sensoriais importantes para o desenvolvimento.

Conheça a coleção LÁLÊLI – Deslize e Ache!

Que a Editora do Brasil é especialista em livros voltados para o desenvolvimento infantil você já sabe, mas temos uma novidade: o lançamento da coleção “LÁLÊLI – Deslize e Ache”!

Formada pelas obras “Piu, piu!”, “Tuc, tuc!”, “Splish, splash!” e “Tum, tum!” fofura não vai faltar, viu?

Todos são lindamente ilustrados por Sophie Ledesma e traduzidos por Leo Cunha. Coloridos, compostos por materiais seguros e firmes, o grande diferencial dessa leitura é a ampla possibilidade de interação adequada à idade.

“Tuc, tuc!”, por exemplo, aborda as aventuras de um coelhinho em um dia ensolarado. Ele cheira algumas flores, observa outros animais e se diverte muito enquanto ensina. Cheio de abas deslizantes, a leitura em voz alta deste livro com certeza será um excelente exemplo do aprender brincando.