Preparando alunos para futuras carreiras com base no aprendizado baseado em projetos

29 de julho de 2021


Escolher uma carreira, principalmente durante a adolescência, fase complexa da vida de uma pessoa, é uma decisão e tanto. Por mais que possamos sempre mudar de ideia, imaginar a longo prazo o dia a dia de uma profissão e tudo o que vem junto, torna esse momento carregado de inseguranças e ansiedade pelo que há por vir. É por meio da conexão entre os resultados acadêmicos e o mundo real, que os educadores podem trabalhar a confiança de seus estudantes e ajudá-los na tarefa de pensar o futuro com calma. Para isso, o aprendizado baseado em projetos é preciso.

Os projetos já são amplamente adotados na educação há um bom tempo, justamente pela capacidade de integrar conteúdos curriculares e relacioná-los a temas que carecem de luz. Nesse sentido, são uma excelente forma de aproximar conhecimentos e realidades dos estudantes, que dentro dessa metodologia são instigados a interagir mais. 

O aprendizado baseado em projetos como preparo para o futuro

Educadores se esforçam constantemente para preparar seus alunos para o “mundo real”. Ensinam a ler, escrever, calcular, mas também habilidades menos tangíveis, como trabalhar em equipe, pensar criticamente e ser curioso sobre as coisas que encontram todos os dias. O aprendizado baseado em projetos entra nessa lógica ao se concentrar em abordar questões do mundo real, com ênfase na resolução de problemas interdisciplinares.

Uma “escola do futuro”, portanto, deve ensinar os alunos a se comunicar, colaborar e pensar criticamente sobre as questões que impactam o hoje e o amanhã. Essas habilidades os ajudarão a se adaptar e crescer para enfrentar quaisquer desafios que os empregos do futuro apresentarem, mesmo que não saibamos como esses empregos serão. 

VEJA TAMBÉM:  BNCC e os Temas Contemporâneos Transversais. 

Nesta estrutura educacional, os jovens alunos aprendem a utilizar as habilidades do século 21, enquanto trabalham juntos para resolver um problema do mundo real, integrando as artes da linguagem e conhecimento da área de conteúdo ao longo do caminho. Em vez de fazer um único teste ou escrever um ensaio sobre o que aprenderam, demonstram seus conhecimentos e habilidades desenvolvendo um produto ou uma apresentação. Por meio desse processo, desenvolvem um conhecimento profundo do conteúdo.

O aprendizado baseado em projetos no PNLD 2021

Recentemente a aprendizagem baseada em projetos ganhou reforço com a implementação do Novo Ensino Médio, a BNCC e a nova roupagem do PNLD 2021, que juntos a evidenciam dentro do objetivo de prover uma formação integral, aproximando a escola das culturas juvenis e promovendo o protagonismo dos estudantes.

Nas coleções da Editora do Brasil aprovadas no PNLD 2021, a metodologia surge em uma proposta interativa e aberta, com diversos tipos de atividades, discussão de ideias, desenvolvimento de hipóteses, entre outros. A aprendizagem baseada em projetos é aplicada ainda no desenvolvimento das Competências Gerais, Específicas e das Habilidades. Para isso correr perfeitamente, os Manuais do Professor vêm com uma descrição detalhada das atividades e dos projetos desenvolvidos, auxiliando o docente na adequação da obra à sua sala de aula – no que compete ao nível dos alunos, tempo e cronograma de trabalho.

Tem dúvidas? Acesse aqui e conheça mais sobre como a aprendizagem baseada em projetos se desenvolve nas obras pensadas para o Novo Ensino Médio e faça a diferença no futuro dos seus estudantes!