Procurando ideias de aulas criativas? Ensine o universo cinematográfico da Marvel

9 de março de 2022


Qual a relação entre educação e cultura para você? De certa forma são conceitos intrínsecos, já que a própria educação é parte da cultura. Mas e o contrário? A cultura é parte da educação? Podemos dizer que sim, mas será que estamos atualizando o tipo de cultura levada para a sala de aula? Superar preconceitos e trazer a cultura pop para o ensino-aprendizagem, além de estar entre as melhores ideias de aulas criativas, é uma estratégia para manter os alunos ativos, engajados e pensativos. Afinal, verão os temas que os comovem no dia a dia inseridos na escola, que muitas vezes se fecha ao mundo além do acadêmico. Mesmo em disciplinas que podem parecer não comportar a novidade, é uma ferramenta útil, já que também serve como uma maneira de o educador chegar a pontos que deseja abordar.

Ideias de aulas criativas: o que o Homem-Aranha tem a ver com isso? 

O novo filme do herói da vizinhança, Homem-Aranha, lançado no fim de 2021, se tornou recentemente a 6ª maior bilheteria da história, o maior sucesso, até então, dos cinemas no “pós-pandemia”. Usar essa popularidade – assim como a de outros filmes famosos – pode fazer com que os estudantes se envolvam mais profundamente com os conceitos da  aula.

O grande truque, que faz deste um exemplo entre as ideias de aulas criativas, é trabalhar a partir da sensação de conforto e familiaridade em vários níveis. Assim, o professor faz com que os alunos se interessem porque são coisas com as quais eles vão se sentir confortáveis ​​ou gostar. Mas também tem a possibilidade de seguir pela linha de estudo científico a respeito do que é esse fenômeno, que está claramente atraindo milhões de espectadores. “Por que tem sido assim? O que é que está ressoando com eles? E também o que isso diz a quem está recebendo todas as informações?”.

PODE TE INTERESSAR: O que é design thinking na educação e como ele se encaixa na sua sala de aula? 

Ponto para a alfabetização midiática 

Observar o ‘boom’ do universo cinematográfico da Marvel (MCU) pode ser um ponto de partida para aulas de alfabetização midiática e até de redação. No primeiro caso, vale a análise da indústria do cinema e o peso que ela tem sobre uma infinidade de tópicos das vidas cotidianas. No segundo, a ideia é apresentar aos alunos os quadrinhos nos quais os personagens do filme são baseados e discutir as formas, mitologias e até os conceitos da jornada do herói. 

Os educadores também podem explorar as mensagens e o que um filme ou história revelam sobre a sociedade, intencionalmente ou não. Por exemplo, a série de TV WandaVision aborda o luto e o trauma. Enquanto isso, Falcão e o Soldado Invernal explora, ao decorrer da trama, o racismo e a desigualdade social. O próprio já citado Homem-Aranha tem um bordão icônico, “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”, que pode muito bem ser fundamentado com o cânone de tragédias gregas e a moral que discutem.

O raciocínio de aceitar essa cultura pop como parte da sala de aula parte da noção de que existimos em um mundo onde somos inundados por mensagens da mídia. Elas podem mudar a forma como se pensa, em quem se vota e em múltiplas escolhas, de mil maneiras diferentes. Se o jovem estiver ciente dessas mensagens e entender como decodificá-las, terá as ferramentas para passar por essa vida com consciência e, eventualmente, sabedoria. Então invista nessa e em outras ideias de aulas criativas que tornem o amadurecer destas crianças mais saudável.